Banco de Sangue

Informações


A Hemoterapia é um procedimento emergencial que auxilia no tratamento de inúmeras enfermidades graves, através da utilização de sangue total e de seus hemocomponentes. A transfusão sanguínea visa corrigir temporariamente algum distúrbio hematológico severo.


A prática da transfusão sanguínea na Medicina Veterinária tem crescido muito no Brasil, juntamente com a qualidade e a segurança deste procedimento. Programas de doação que monitoram o estado de saúde dos doadores evitam que doenças infecto-contagiosas sejam transmitidas durante o processo de transfusão. O fracionamento do sangue nos permite infundir apenas o hemocomponente específico para cada caso e a cada dia novas pesquisas acrescentam novos conhecimentos sobre reações transfusionais e sobre grupos sanguíneos das mais variadas espécies. A implementação de novos conceitos relacionados às boas práticas na coleta, transporte, processamento e no acondicionamento do sangue e de seus derivados também tem contribuído para o aprimoramento da técnica.


Objetivos


O Banco de Sangue Pet tem como principal objetivo auxiliar o clínico a salvar cada vez mais vidas, que são perdidas devido a falta ou deficiência de produtos e subprodutos sanguíneos, na área de hematologia veterinária. Priorizamos a prática da medicina preventiva ao monitorar permanentemente os animais doadores.


Oferecemos exatamente o que o animal necessita em cada enfermidade, sem submetê-lo a componentes desnecessários que poderiam prejudicar sua recuperação, além disso tais componentes poderão ser essenciais para salvar de outros animais.


Seja um doador


Estamos selecionando animais saudáveis para se tornarem voluntários em nosso programa de doação para nosso banco de sangue veterinário.


Nessa parceria, nos comprometemos a fornecer gratuitamente aos animais selecionados atestado de sanidade, resultados de exames laboratoriais como hemograma completo com pesquisa de hemoparasitos e exames sorológicos para diagnosticar doenças como Erliqüiose, Dirofilariose (verme do coração), Doença de Lyme, Anaplasmose, brucelose e leshimaniose em caso de cães e em caso de gatos sorologia para o vírus da leucemia felina (FELV) e para o vírus da imunodeficiência felina (FIV). Além das vacinas anuais para cães, V8 e Raiva, e felinos, tríplice felina.


Ao se tornar nosso parceiro, além de estar realizando um gesto solidário e ajudando a salvar vidas, os donos dos doadores estarão praticando a "medicina preventiva", pois por mais que os animais estejam aparentemente saudáveis, os exames laboratoriais nos permitirão diagnosticar possíveis doenças e alterações hematológicas ainda nos estágios iniciais, o que permitirá instituir o tratamento precocemente e aumentar as chances de cura do animal. Caso o animal não possua alterações significativas, e preencha os pré-requisitos ele poderá se tornar um doador e será monitorado periodicamente por nossa equipe de médicos veterinários.


O que é preciso para ser um doador?


Os pré-requisitos básicos para seu animal se tornar um doador são:


- Preferencialmente deve ter o temperamento dócil;

- Devem ter de 1 a 8 anos de idade;

- Nunca devem ter recebido transfusões sanguíneas;

- Pesar mais de 25 kg para cães e mais de 4 kg para gatos;

- Estar devidamente vacinado e vermifugado;

- Não possuir infestações de pulgas ou carrapatos.